Notícias

Vice-Presidente visita Faculdade de Artes

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, efectuou esta quinta-feira [14.04.2022] uma visita de trabalho às instalações da Faculdade de Artes, unidade orgânica da Universidade de Luanda, de que também fazem as Faculdades de Hotelaria e Turismo, e de Educação Física.

O objectivo da visita de trabalho, realizada por ocasião do “Dia Mundial das Artes”, foi constatar a real situação em que se encontra o único estabelecimento público de ensino das artes.

À chegada, o Vice-Presidente foi recebido por uma performance teatral feita por estudantes desta faculdade sobre o resgate dos costumes e tradições, a valorização da paz e da reconciliação nacional e a importância da arte.

Seguiu-se uma visita guiada às instalações da Instituição, durante a qual o Vice-Presidente da República, acompanhado da Ministra do Ensino Superior, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Teixeira Sambo, e do Vice-Governador de Luanda Dionísio da Fonseca, passou pelas salas de designer de moda, música, afinação e piano.

Na sala de afinação, depois de ter ouvido a performance dos estudantes da Faculdade de Artes, e constatado o potencial ali revelado, o Vice-Presidente da República sugeriu à ministra, corpo directivo e aos próprios alunos, a criação de uma orquestra sinfónica nacional.

Na galeria, enquanto ao Vice-Presidente era dado a conhecer cada peça de arte feita por estudantes, dentre as quais esculturas em relevo total abstracta, escultura realista em gesso e a pintura “mãe” sobre os instrumentos musicais tradicionais feita a óleo sobre tela, uma música lírica preenchia o espaço.Numa colocação lírica sem mácula, a jovem Aurora Nunes interpretou “Suzana”, clássico da música popular angolana de Belita Palma em parceria com o agrupamento Ngola Ritmo, demonstrando a nobreza do canto lírico quando diluído nos falsetes em Kimbundu.

Depois do canto lírico, seguiram-se aplausos, e as palavras de encorajamento do Vice-Presidente da Republica à jovem artista, que ambiciona ser das maiores interpretes do canto lírico no país, em África e, quiçá, no mundo.

No final da visita guiada, o Vice-Presidente da República manteve uma reunião com a direcção da Faculdade de Artes, da qual fizeram parte a Ministra do Ensino Superior, Tecnologia e Inovação, o Vice-Governador de Luanda e o corpo directivo da Universidade de Luanda, durante a qual foi avaliado o quadro real daquele estabelecimento, que apesar do potencial demonstrado e a manifesta vontade de alunos e professores, tem inúmeras dificuldades conforme exposição feita pela professora Maria das Dores, Coordenadora da Comissão de Gestão da faculdade de Artes.

A funcionar há sete anos, cinco dos quais como ISART (Instituto Superior de Artes), a agora Faculdade de Artes, desde 2020, se tem debatido, entre outros, com problemas de infra-estruturas e equipamentos adequados à formação especializada nas diversas disciplinas artísticas e falta de docente especializado.

Copyright ©️ 2021 Órgãos de Apoio ao Vice-Presidente da República (OAVPR) | Todos os direitos reservados