Notícias

Dia Internacional das Micro, Pequenas e Médias Empresas
Assinala-se esta segunda-feira [27.06.2022] o Dia Internacional das Micro, Pequenas e Médias Empresas (PMEs). Instituída pela Assembleia Geral das Nações Unidas, de 6 de Abril de 2017, por meio da Resolução 71/279, a efeméride evidencia a importância das PMEs no crescimento sustentável da economia local e global, bem como no aumento da conscientização pública sobre a necessidade de fomentar o empreendedorismo na comunidade.
De acordo com o Centro de Comércio Internacional (CCI), as pequenas empresas são responsáveis por mais de 70% de todos os empregos em todo o mundo e dois terços dos empregos do sector privado, muitas vezes proporcionando oportunidades para certos grupos, como mulheres, jovens, refugiados e imigrantes, além de comunidades com recursos limitados.
Em África, o Banco Africano de Desenvolvimento tem um longo historial de oferta de apoio às MPMEs. O programa de financiamento do comércio do Banco tem feito progressos desde 2013. Até ao momento contribuiu com mais de sete mil milhões de dólares para o comércio, facilitou mais de 1900 transações comerciais por um valor comercial cumulativo de cerca de 4,9 mil milhões de dólares, envolvendo 113 instituições financeiras em pelo menos 32 países africanos.
O banco tem apoiado o comércio intra-africano por um valor aproximado de mil milhões de dólares do comércio total em sectores como a agricultura, a silvicultura e as pescas, bem como a produção, que representam 22% e 25%, respectivamente, do valor total do comércio apoiado.

Em Angola, as PMEs encontram suporte técnico no Instituto Nacional de Apoio as Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), que é o órgão da administração indirecta do Estado Angolano, ao qual compete genericamente a implantação das políticas e estratégias no domínio da capacitação e financiamento das micro, pequenas e médias empresas.

O Vice-Presidente da República tem dedicado uma atenção privilegiada ao tema do empreendedorismo e das startups tecnológicas angolanas. Recentemente, ao discursar na abertura do “Fórum Angola Digital”, Bornito de Sousa defendeu “maior e melhor aproveitamento das startups angolanas que apresentam soluções inovadoras para problemas comuns”.

Copyright ©️ 2021 Órgãos de Apoio ao Vice-Presidente da República (OAVPR) | Todos os direitos reservados